Crowdfunding em Empréstimos - Onde e Como?

Perante uma grande dificuldade em encontrar financiamento público ou bancário para realizar projetos, sejam eles profissionais ou pessoais, são cada vez mais aqueles que recorrem ao empréstimos de particulares através de sites de crowdfunding. Mas como funcionam esses sites, quais são as contrapartidas envolvidas e quais as suas regras são dúvidas ainda de muitos.

Como funciona o financiamento por particulares e crowdfunding?


O conceito de crowdfunding surgiu com o crescimento da chamada economia colaborativa online. Este método de financiamento funciona de forma online e é muito simples de pôr em prática.
Se tem um projeto, seja ele profissional, pessoal, artístico, associativo ou solidário basta que entre numa plataforma de crowdfunding, crie uma página de apresentação do projeto e poderá começar a receber contribuições e ajuda de internautas no mundo inteiro.

Uma das maiores caraterísticas deste sistema são as contrapartidas. É comum – e quase que obrigatório – retribuir a ajuda dos investidores (veja tambem - Investir no mercado imobiliário ). Se por exemplo quiser lançar um álbum e procura financiamento para a produção, pode estipular a contrapartida relativamente ao montante investido pela pessoa: para pequenos investidores abaixo de um determinado valor pode oferecer o álbum; para investidores mais importantes, pode oferecer um concerto privado.

Como funciona a entrega do dinheiro?


A maioria das plataformas de crowdfunding funciona da seguinte forma: se o montante estipulado e procurado pelo criador do projeto é alcançado, os contribuidores recebem as contrapartidas prometidas e o criador do projeto recebe o dinheiro. Se esse montante não for alcançado, nenhum dinheiro é debitado dos investidores, tal como nenhum dinheiro é entregue ao criador do projeto.

Existe um seguimento da realização do projeto não só pelos investidores, mas pela própria plataforma. Um feedback é dado pelo criador do projeto durante a execução e desenvolvimento do mesmo.

Como utilizar da melhor forma o crowdfunding


Antes de criar o seu projeto, leia bem as regras precisas do site a utilizar. Conheça a taxa da plataforma (grande parte das plataformas retira uma percentagem do valor final do projeto), as regras e o tipo de projetos aceites. As plataformas de crowdfunding ou financiamento por particulares tem critérios específicos para os projetos apresentados!

Crie uma excelente apresentação do seu projeto, utilizando vídeos, imagens e tirando todas e quaisquer dúvidas que os potenciais investidores possam ter. Entre um “mercado” variado de projetos, é preciso cativar o investidor não só com as contrapartidas envolvidas mas também pelos valores e objetivos do projeto em si.

Para ter uma ideia de como apresentar o seu projeto online, não hesite em visitar vários sites de crowdfunding. Alguns exemplos são:



Estas plataformas podem ser uma excelente alternativa a empréstimos financeiros que envolvem demasiadas taxas. Como todas as campanhas e projetos online, o sucesso do mesmo passa muito pela divulgação: aproveite a facilidade de partilha para envolver o seu círculo de amigos e conhecidos na divulgação do seu projeto. Quanto mais pessoas tiverem conhecimento do mesmo, maior será o investimento angariado!

Sem comentários:

Enviar um comentário

Duvidas? Pergunte-nos.