Como escolher um empréstimo estudante ou crédito formação?

Escolher a boa licenciatura ou formação, passar nos exames, acabar o ano com bons resultados, gerir o dinheiro...a vida de um estudante não é simples e são muitos os estudantes que, perante o custo anual das formações académicas, são obrigados a subscrever um crédito formação. Como escolher um bom empréstimo estudante e que tipo de critérios são bons a negociar e a ter em conta nesta escolha?

Como funciona?


É reservado, como o nome indica, a estudantes. Todos os estudantes matriculados no ensino superior (seja público ou privado) seja em Portugal ou no estrangeiro, pode fazer um pedido.

Para além de ter que ser estudante, o requerente precisa de ter nacionalidade portuguesa, não pode ter qualquer problema financeiro ou judicial (passado ou em curso), não pode ter outro crédito formação e se tiver outro tipo de crédito em curso, precisa de garantir que consegue pagar todos os créditos pedidos.

A nível de prazos, este tipo de empréstimo estudante dura todo o período de estudo (ver também: perguntas e respostas). Durante o período em que está a estudar, a pessoa paga só o juros e só depois, de forma imediata ou após um período de carência, começa a pagar o empréstimo.

A grande vantagem deste tipo de crédito é que é garantido pelo Estado, o que faz com que se beneficie de uma taxa de juro mínimo e fixa com um spread máximo de 1%.


Informações importantes a saber para pedir um crédito formação


Consoante os bancos, o spread do empréstimo estudante pode descer se o aluno tiver boas notas. Com média final de ano superior a 14 valores, são muitas as instituições que chegam a propor uma descida do spread. Este dado é um dado importante a conhecer aquando a subscrição do crédito formação: motive-se para estudar ainda mais!

Faça uma lista do que pretende financiar. Apesar de não ser necessário informar o seu banco da finalidade específica do crédito, se apresentar dados concretos de alojamento, propinas ou equipamento académico que pretende pagar: isso dá mais segurança ao banco para lhe propor um empréstimo estudante. (Ver também: Alternativas aos empréstimos)

Compare diferentes créditos formação de diferentes instituições. Apesar de ser um crédito com condições similares em quase todos os bancos, pode haver bónus ou condições especiais em algumas instituições que podem ser muito atrativas!

Seja coerente e realista no montante pedido: faça bem as contas do que precisa para sustentar os estudos em questão e chegue a valores e período de reembolso realistas tendo em conta o que acha que irá ganhar no emprego que seguirá depois do final dos estudos.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Duvidas? Pergunte-nos.