Crédito para pessoas com o nome no Banco de Portugal

Para quem está endividado e não tem hipóteses de reestruturar as suas dívidas através da consolidação de créditos, a obtenção de crédito por parte de alguma financeira ou banco é algo muito improvável , a não ser que exista alguma garantia dada da qual o banco seja uma mais valia e lhe consolide os seus créditos mesmo tendo incumprimento bancário.


Que outros financiamento existem mas NÃO recomendados?
Cheques bancários

O empréstimo através de cheques bancários é o mais conhecido, isto porque apesar de uma pessoa que tenha problemas bancários não ter acesso a cheques, não quer dizer que a mesma não tenha em sua posse cheques anteriormente pedidos do seu nome constar no registo da central de crédito do Banco de Portugal.
Tal como todos os outros financimentos que aqui vamos falar, é altamente NÃO recomendável pedir este tipo de crédito porque as taxas de juros são maioria das vezes brutalmente altas e ilegais, contudo mesmo assim existe sempre quem peça e sempre quem empresta, porque um precisa desesperadamente e outro lucra bastante com o empréstimo.
Além de taxas altissímas, é por norma cobrado pelo menos duas vezes por mês a prestação, porque quem empresta, salvaguarda-se com os montantes mínimos em que os bancos são obrigados a pagar os cheques mesmo não existindo cobertura.


Empréstimo sobre imóvel

Existe investidores particulares que comprarm imóveis bastante abaixo do valor do mercado, com a desculpa que para quem usufrui deste tipo de financimento, pode pegar no dinheiro que recebe e pagar as suas dívidas, além do que pode continuar a viver na casa, mediante o pagamento de uma renda mensal e até mesmo a recuperar.
Para recuperar a casa ( recomprar ) está previamente estipulado um valor que por norma é o valor real do mercado, ou seja, o investidor compra a casa por exemplo a 50 mil euros quando ela vale uns 120 mil euros, e depois quando é altura de recomprar , o antigo dono tem que pagar os 120 mil euros.
Como é fácil de perceber não se deixe levar pela resolução de um problema sem se esquecer outros que estará a criar.
Se realmente vender o seu imóvel faz parte dos seus planos para reestruturar a sua vida financeira, então faça pelos métodos tradicionais, independentemente se demora mais ou não.

Agiotas, nem pensar !

Agiota é uma investidor particular que cobra juros altamente inflacionados para emprestar dinheiro, e caso você tenha o azar de entrar em incumprimento com estas pessoas, pode sofrer consequência sérias, porque quem é agiota, recupera o seu dinheiro de qualquer forma sem olhar a meios.
Estar endividado e querer resolver os problemas, faz as pessoas por vezes cometerem certos erros, mas não caia nunca na tentação de falar com o agiota, pois o mesmo irá dizer que não precisa de garantias bancárias, nem comprovativos de nada, mas tal como referi se você não lhe pagar o que deve , irá ter cobradores a toda a hora a pressionar-lhe.

Conclusão

A solução para quem está em incumprimento bancário e com vários créditos, ou passa por uma reestruturação financeira com cada credor de forma a renegociar todos os créditos e conseguir assim pagar, ou em último caso avançar para a insolvência pessoal.



Sem comentários:

Enviar um comentário

Duvidas? Pergunte-nos.